Santuário Nossa Senhora das Mercês

-A construção da atual Igreja Matriz, obra da Irmandade de Nossa Senhora das Mercês de Mar de Espanha, teve início entre 1872 e 1873 sendo concluída em 1886. A imponente igreja com uma única torre central guarda em seu interior imagens trazidas da Alemanha, assim como o altar-mor e a escada de madeira em caracol que dá acesso ao coro. A benção da nova Igreja aconteceu no dia 23 de setembro de 1886 sendo celebrada no dia seguinte a primeira missa. A Matriz de Nossa Senhora das Mercês foi abençoada e designada pelo Papa João Paulo II como Santuário de Nossa Senhora das Mercês, sendo um dos quatro santuários dedicados a santa no Brasil. Em setembro de 1986 a Matriz completou um século de existência. Antes dela já havia existido, mais ou menos no mesmo local, outras duas igrejas dedicadas a mesma santa. Sobre a primeira capelinha de barro batido e caiada de branco não existem muitas informações, o que se sabe é que ela já existia em 1820. A segunda igreja, primeira Igreja Matriz de Mar de Espanha, foi obra de Custódio Ferreira Leite, o Barão de Aiuruoca. Construída entre 1832 e 1840 permaneceu com acabamento incompleto até que em janeiro de 1872, a Câmara pediu às autoridades eclesiásticas que não realizassem mais ofícios religiosos em virtude da ameaça que ela oferecia a integridade física dos fiéis. A passagem de Dom Orione entre agosto de 1921 e janeiro de 1922 foi outro acontecimento marcante na vida religiosa de Mar de Espanha. São Luiz Orione fundou no município a Ordem dos Filhos da Divina Providência, os orionitas, e das Pequenas Irmãs Missionárias da Caridade. Em 16 de maio de 2004, aconteceu a cerimônia de canonização de Dom Orione feita pelo papa João Paulo II. Em 4 de setembro do mesmo ano, Mar de Espanha recebeu relíquias do santo que estão guardadas no Santuário de Nossa Senhora das Mercês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>